Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Inquietações

Inquietações

16
Dez19

Abro a porta e vou ser livre

Liliana Rodrigues

FilasTrânsito.jpg

(Imagem retirada do Google)

Avanço vagarosamente até à cidade que acorda, às três pancadas, do seu sono insuficiente. Veste-se, maquilha a cara ressacada e deixa-se embriagar pela ilusão, de uma vida com significado para alguém, que não ela, para suportar o que virá.

As buzinas acordam, de sobressalto, os distraídos que se deixam entorpecer por uma vida enfadonha. Arrastamo-nos, como caracóis, na cidade apinhada.  

Olho para o céu onde o sol espreita timidamente por entre as nuvens cinzentas, que ameaçam com chuva. Será certamente um dia complicado na cidade, vítima de um ritmo impiedoso imposto. Tudo e todos, dia após dia, contribuem para o aumento da dor que tenta, a todo o custo, camuflar com brilho e movimento.

 A terra gira à mesma velocidade que há milhões de anos e o tempo passa mais rápido do que, alguma vez, se imaginou possível passar. Quantas horas tem o dia?

Os pássaros voam, livre e indiferentemente ao que acontece. Os seus dias têm quarenta e oito horas e o meu nem doze tem. Suspiro invejoso. Quando foi que perdemos a liberdade? Sou escravo do consumismo e capitalismo que me corrói a alma. Vivo a correr numa roda viciada enquanto vou morrendo um pouco mais. O tempo desaparece no chão arenoso que me enterra em vida. Asfixio. Definho. Agonizo. 

Avanço, um pouco mais, no transito caótico sem ter por onde fugir. Quando foi que nos perdemos de nós próprios?

Inocência. Liberdade. Criatividade. Felicidade.

O transito permite-me abrandar, reflectir e reencontrar a verdadeira razão. É no meio da escuridão que se encontra a luz. É no meio da dor que se encontra o alívio. É no meio do caos que se encontra o equilíbrio. Olha que realmente; abençoado transito. 

Merda para esta vida. Aqui não sou feliz. Abro a porta do carro e vou ser finalmente livre. 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub