Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Inquietações

Inquietações

10
Jun20

Pára. Observa. Reflecte

Liliana Rodrigues

IMG_20200607_152538.jpg

O mundo está a girar depressa demais. Anda tudo à roda. Começa a sentir-se um desconforto gástrico e uma náusea insuportável. A respiração acelera e o estômago contraí-se preparando-se para a expulsão. Não. Pára. Respira. É só enjoo dessa tua vida frenética. Corres em todas as direcções sem nunca sair do lugar. Pára. Respira.
Desliga o complicómetro. Desliga o stressómetro. Desliga o opiniómetro. Desliga todos os ómetros que te amarguram e corroem. Desliga tudo, já! Agora! Desliga tudo e conecta-te. Sim, leste bem. Desliga-te do que te mata e liga-te à vida. Sim, tu tens o poder de escolher. Escolhe bem.
Pára. Observa. Reflecte.
Não inventes mais problemas dos que já tens. Procura soluções simples. Procura ver o mundo com os olhos de uma criança. "O que não tem remédio, remediado está." Pára. Respira. Observa. Reflecte. As dificuldades só têm a dimensão que lhe atribuimos. Não sejas apressado nas resoluções, "quem toca muitos burros deixa algum para trás". Não tenhas pressa de avançar, mas vai avançando.
O stress mata que se farta: verdade, verdadinha. O stress desgasta o corpo e destrói a mente. Pára. Respira. Conecta-te contigo próprio.
As opiniões são como os conselhos; se fossem bons não se davam, vendiam-se. Não opines sem que te peçam. Quando opinares dirige a tua opinião para a tua pessoa. Sim, é mesmo isso, opina como se fosse para e sobre ti. Põe-te no lugar do outro, vê todos os ângulos da história e depois, se ainda tiveres vontade, opina de forma construtiva. Há muita avidez por opinar, só porque sim, o que revela solidão, necessidade de protagonismo e destilar a acidez que os corrói.
Para quem procura o segredo da vida parem, observem e reflictam.
O rio nasce pequeno e vai crescendo ao longo do seu percurso. Corre para algo maior que ele próprio e nunca se desvia do seu objectivo: o mar. Contorna os obstáculos que vão surgindo no seu caminho. Sofrem quedas, recuos e desaceleramentos e continuam com o foco no mar. Mas, principalmente, fazem germinar, crescer e florir tudo o que está à sua volta.
Pára. Observa. Reflecte.
Desconecta-te do que te acorrenta e absorve e conecta-te à essência da vida.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub