Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Inquietações

Inquietações

Sentado na praia


Liliana Rodrigues

16.01.20

 

 

silhueta-de-jovem-macho-caucasiano-sentado-na-prai

(Imagem retirada do Google)

Atraíste-me ao lugar só nosso, onde tantas vezes nos encontrámos para sonhar juntos, para me entregares, num envelope, a minha sentença de morte. Hoje vou morrer por ti, meu amor. Cravaste-me um punhal no peito e eu permiti. A ti sempre permiti tudo. Sempre fui a tua marioneta para brincares, como te desse mais prazer; era esta a minha forma de vida.

É na solidão que revivo a vida que sonhei um dia viver contigo. E vejo o teu corpo vestido com o meu. E sinto o teu sangue pulsar em mim.  E ouço o teu grito de prazer desesperando por mais. E somos só nós e esta areia, onde me sento agora, a viver o que poderia ter sido. Embalo a dor ao som da rebentação das ondas. 

Como podes ser tão cega? Que mania, a tua, de veres só com os olhos. Falas-me dele como se me tentasses vender um champô e nem vês como sou careca. Derretes-te em elogios de uma embalagem que nada tem no interior e cravas-te um punhal no peito.

Desfaço em mil pedacinhos minúsculos o teu convite, bem à tua frente, para que saibas que é desta forma que me deixas. E sento-me desfeito. As promessas que fizemos, os sonhos que sonhámos morrem à tua frente. Sais com a cara negra da tinta que te escorre no rosto. Vá. Isso. Foge para que não te veja a morrer também. Vai morrer longe que eu morro bem aqui.

Descobriste o homem da tua vida no dia em que o perdeste. E para sempre. Os cordões da marioneta partiram-se e ela desfez-se no chão em mil pedacinhos. Já não te permito mais nada. Agora, vai ser a marioneta da embalagem de champô que tanto publicitas. Eu morro em paz. 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D